A atividade pode ser desafiadora e também prazerosa. Dá uma olhada nas dicas que separamos para te ajudar na criação da sua horta!

Com a verticalização imobiliária, característica da vida moderna, às vezes pode parecer que precisamos abrir mão de alguns aspectos que são importantes para a nossa qualidade de vida. Mas isso não é verdade! Com pequenas adaptações e uso inteligente do seu espaço, você pode tirar proveito integral dessas atividades! Quem ama jardinagem, por exemplo, pode ter uma horta no apartamento!

Esse é um dos hobbies mais queridos, que tem crescido rapidamente em número de adeptos. Além dos benefícios orgânicos e de ser um ótimo passatempo, é possível implantar a prática aproveitando os seus espaços de forma inteligente. Como? Continue com essa leitura que vamos te contar tudo!

Escolhendo o local

Selecionar o local que você irá utilizar para estabelecer sua horta é o primeiro passo para iniciar sua empreitada. Vamos começar com a suposição de que você tem uma varanda em seu apartamento. É um ótimo lugar para começar! Você consegue montar uma horta com boas dimensões nesse espaço.

Por isso, coloque vasos que sejam proporcionais ao tamanho do local, que serão futuramente preenchidos com sua terra orgânica e suas sementes selecionadas no futuro próximo. Além disso, quando sua horta estiver pronta e funcional, ela servirá como ótima decoração externa!

Mas pode ser uma ótima forma de decoração interna também! Agora vamos considerar que você não possui uma varanda em seu apartamento. O que fazer nessa situação? Você pode apostar em uma horta vertical interna. Você não sabe como funcionaria? Nós explicamos!

Nesse caso, o ideal seria fazer o uso inteligente do espaço interno que você tem disponível. A opção mais sugerida é a instalação de prateleiras, concentrada em uma parede específica e com exposição amena, ou até indireta, à luz solar.

É recomendável que as prateleiras escolhidas tenham dimensões que comportem adequadamente a colocação de vasos, considerando seu peso e forma, caso ela seja retangular, quadrada ou circular. Se você dispor de algum espaço no piso, ele também pode ser utilizado!

Além disso, você pode apostar em vasos suspensos. Eles podem ser instalados por meio de um gancho simples conectado ao seu teto ou uma estrutura triangular que permite a suspensão do vaso, geralmente dispostos ao lado da prateleira escolhida para transmitir uma sensação de contraste e leveza estética.

apartamento, apartamentos em Maceió, árvores no apartamento, conforto, decoração, decoração de apartamento, dicas de decoração

Foto: (Reprodução: Envato)

O que plantar?

Agora que você já sabe onde plantar, chegou a hora de decidir o que plantar! Vamos te sugerir algumas espécimes que são recomendadas para um iniciante nessa atividade!

Vamos começar com uma sugestão simples: ervas

Elas são as mais fáceis de crescer e manter em ambientes internos e também produzem uma boa quantidade para colheita. É importante notar: ervas são temperos naturais. Ou seja, com um pouco de dedicação, você pode ter uma variedade de temperos que enriquecem o sabor final do seu prato!

Nossa segunda sugestão é: tomate

Os tomates podem crescer bastante, mas germinam bem em vasos médios, geralmente com 35 centímetros de diâmetro, mas, se você tiver espaço para um recipiente maior, então ótimo!  Você também pode plantá-los nos vasos flutuantes que mencionamos. 

Em resumo, a dica mais importante é escolher a semente que desabrocha em tomates de tamanho médio, proporcional ao seu vaso.

Se você gosta de pratos com sabor bem encorpado, então você vai gostar dessa sugestão: pimenta

Elas são perfeitamente apropriadas para o nosso clima tropical, que oferece um ambiente compatível com o processo de crescimento das pimentas. Como os tomates, elas executam a polinização por conta própria, ajudando na adaptação ao ambiente interno. 

Vasos com tamanho médio de 20 centímetros são ideais, assim como a possibilidade de secagem do solo entre os momentos de irrigação. E suas pimentas podem dar frutos o ano inteiro! 

Os cuidados básicos

Com esses aspectos definidos, há mais algumas coisas que você precisa saber antes de iniciar sua jornada de cuidado das suas hortaliças. O processo de irrigação difere do modo tradicional utilizado para hortas instaladas em ambiente externo. Por isso, sugerimos recipientes pequenos com água para umidificar o solo e frascos com spray para aplicações individuais dos frutos.

A exposição ao sol também é necessária, mas de forma equilibrada! A exposição direta, de forma constante durante o dia, pode ter o efeito reverso do esperado e ser prejudicial à saúde e ao crescimento da sua horta. Aposte na moderação!

 

Você já tinha considerado fazer uma horta no apartamento de forma independente? Você sabia que também é possível ter uma árvore no apartamento? Checa nosso post sobre o assunto. E fique ligado nas nossas redes sociais!