5 dicas simples e práticas de como dividir as despesas do casal

Como planejar as despesas do casal pesquisando com computador e papeis

Foto: Freepik / Reprodução

Decisões como casamento, morar juntos ou até mesmo dividir as despesas do casal por dois sempre implicam em mudanças no cotidiano e na tomada de decisões. Se já não é uma tarefa fácil administrar as finanças sozinho, não seria diferente com mais uma pessoa. Porém, calma: oode ser difícil, porém não é impossível!

Primeiramente,  é necessário ter sintonia e flexibilidade. Afinal, todo casal encara divergências de ideias e atitudes. Por isso, para ajudar na organização das finanças, listamos aqui 5 dicas práticas que você pode seguir para conseguir planejar financeiramente a vida a dois. Fique atento!

 

Chegar a um consenso é fundamental

Você está com a pessoa que escolheu para seguir a vida. Sendo assim, os dois devem caminhar lado a lado para desfrutar dos futuros benefícios também em conjunto, certo? Dessa forma, evite o individualismo e a tentação de se atentar apenas para sua própria razão. Afinal, agora o mais importante é fazer das preferências dos dois uma só. 

Além disso, saiba ouvir! Afinal, não há diálogo quando apenas uma das partes não está disposta a ouvir. Procurem deixar claras as prioridades de cada um, mas acima disso, o que idealizam para essa nova fase da vida do casal.

Isso será fundamental para conseguirem, enfim, dividir as despesas do casal sem desrespeitar aquilo que é e deve ser individual no orçamento de cada um.

Outra boa dica é que vocês conversem sobre as experiências financeiras da família de cada um, como foram educados quanto a despesas, gastos e até investimentos. Isso conta muito! Porque no caso de uma divergência muito grande, os dois podem ir se ajustando e se adequando ao outro, mantendo a compreensão e o respeito na parceria de vocês.

 

Planejamento financeiro para as despesas do casal

Se a intenção é começar algo juntos, o planejamento é essencial. Mesmo que vocês até já tenham uma caminhada longa, agora é outra realidade, ou pelo menos deve ser.

Afinal, se trata de algo novo para os dois! Hora de pôr na ponta do lápis aquilo que é indispensável, o que vocês precisam ter e até o que pretendem, priorizando o que deve ter uma atenção maior, é claro. 

A partir de agora o dinheiro passa a deixar de ser só seu para ser da sua casa, da sua nova vida. Por isso, é importante se organizar para não se perder em meio a tantas coisas do dia-a-dia.

Analisando necessidades e desejos, poderão identificar as despesas do casal fixas e variáveis. Além disso, vocês também conseguem pensar nos custos com lazer, valores em investimentos e se precaver para imprevistos, que sempre acontecem.

 

Orçamento mensal para despesas do casal

Agora é importante avaliar questões individuais, o quanto cada um recebe e até os gastos pessoais necessários. Além disso, comecem a pensar como vão dividir as despesas e qual alternativa pretendem usar. Vocês podem optar por conta conjunta, divisão meio a meio ou divisão proporcional.

Para facilitar ainda mais, entenda como vocês poderiam usar cada uma delas e qual seria a melhor opção para o perfil de vocês:

 

  • Conta conjunta

Uma boa opção se os dois ganham proporcionalmente e pretendem investir quantias iguais para o orçamento. Com essa opção vocês podem ter acesso ilimitado ao saldo depositado e o controle sobre os gastos dos dois. 

A desvantagem é que se você não gosta de ser controlado, vai ter que se adequar para que isso seja possível. Além disso, se você recebe menos que seu parceiro ou vice-versa, pode acabar pesando para um dos lados. Isso pode resultar em desconfortos na relação de vocês. Confira algumas dicas de como organizar o orçamento por meio de uma conta conjunta!

 

  • Divisão meio a meio das despesas do casal

Aqui segue-se basicamente a mesma ideia da conta conjunta, porém a finalidade são as despesas do casal e não o investimento. Vocês irão calcular o valor das despesas do mês e esse valor será dividido igualmente entre os dois.

Mas lembrando que, se seguir as mesmas situações citadas na conta conjunta, vai sobrecarregar um lado. Na pior das hipóteses, pode gerar discussões apenas pela hipótese de que isso se torne possível.

Se vocês forem compreensíveis e a realidade salarial não apresentar uma divergência muito grande, pode sim dar certo e ser equilibrado para ambos.

 

  • Divisão proporcional das despesas do casal

Nesse caso, a solução parece ser mais igualitária. Afinal, cada um contribui de acordo com aquilo que recebe e acaba se tornando a forma mais flexível para os dois.

Enquanto quem ganha mais fica responsável por contas maiores, o outro pode, além de pagar as menores, ser responsável pelos investimentos e despesas do casal relacionadas ao lazer, ela também pode assumir as rédeas em caso de imprevistos. Veja aqui como fazer uma divisão proporcional!

 

Sejam realistas

Para manter a sua estabilidade financeira, o primeiro e principal passo é quitar os débitos e não deixar pendências. Afinal, não adianta sonhar alto se o seu orçamento não te permite no momento. 

Ademais, o essencial deve ser considerado como prioridade. Além disso, cuidado também com os investimentos! Se o plano é estar estruturado financeiramente, não vale a pena gastar mais do que recebe. Vocês precisam encarar que devem levar um padrão de vida possível dentro daquilo que os dois possuem.

Entenda as necessidades da sua casa e do seu parceiro, não pense só nos seus projetos e avalie bem o que é desejo e o que é indispensável. Se preocupar com decisões que envolvam dinheiro é fundamental para manter as despesas do casal sem ter problemas no futuro.

 

Decidam em conjunto

Com certeza muitos desafios esperam por vocês na vida a dois, mas com cumplicidade, compreensão e respeito vai ser muito mais fácil enfrentar qualquer coisa. Nem precisa ser tão difícil, muito menos um grande problema! 

Se vocês firmarem a decisão de se organizar e fazer apenas aquilo que for decidido pelos dois, não vão se deparar com situações tão complicadas. Muito pelo contrário: vai ser possível evitá-las ou ao menos estarem prevenidos, de qualquer modo.

Vai dar certo! Basta que vocês se conheçam bem, estejam dispostos a abrir mão de algumas coisas. Isso fará um bem imensurável para os dois. Além disso, sejam parceiros na hora de definir seus objetivos. Já que o assunto é investimento, evitando complicações vocês terão tempo e dinheiro para desfrutar do casal!

Viu que com união fica mais fácil solucionar os problemas e organizar as finanças sem desentendimentos e desconfortos que afetem a relação de vocês? Para dar o primeiro passo na organização financeira das despesas do casal, baixe esta planilha de controle de gastos!


Ela irá ajudar a controlar as despesas e planejar os próximos passos da vida a dois. Clique aqui e baixe agora! Além disso, você pode ler outros posts como esse acompanhando as nossas novidades!

2022-06-01T11:53:11-03:00